Araxá, 20 de Fevereiro de 2020
Rádio Imbiara 91,5 ImbFM

Portal Imbiara



Cidade

Greve nas escolas de Araxá é um fracasso

Nenhuma escola estadual da cidade aderiu integralmente à greve da Rede Estadual de Educação

Postado em: 12/02/2020 - 10:34 | Última atualização: 13/02/2020 - 08:34 Por: Jonathan Magalhães - Portal Imbiara

Assembléia realizada pelo Sind UTE em Araxá. Foto: Jonathan Magalhães

A greve dos professores estaduais, aprovada em assembleia desde a última quarta-feira (5), teve baxíssima adesão nas escolas de Araxá. Nessa terça-feira (11) foi realizada a assembléia do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE) de Araxá, que tinha o intuito do mobilizar os professores e trabalhadores do sistema estadual de ensino. Mas o que se viu no local foi um fiasco. Apenas três professores da rede estadual de Araxá compareceram à assembleia, o que frustrou os sindicalistas da cidade de Araxá.

A coordenadora do Sind-UTE de Araxá, Luciana Aníbal,  comentou sobre a falta de professores na assembleia. “Na realidade está todo mundo com medo, só que é um direito nosso. A Constituição Federal nos garante direito de greve. A gente está tentando negociar. Fizemos 14 encontros com a equipe do governo e não conseguimos nada”, desabafou Aníbal.

Aníbal  explicou a nova estratégia traçada pelo Sind-UTE. ”Nós tentamos parar as escolas todas. Agora nós vamos mudar de estratégia. Vamos para as escolas  buscar os servidores individualmente que queiram acompanhar a greve em toda Minas Gerais”, disse.

A principal reivindicação dos professores das escolas estaduais é o pagamento do Piso Salarial da categoria, que com o reajuste de 12,84% para 2020, passou de R$ 2.557,74 para R$ 2.886,24. Segundo o Sind-UTE, o Piso Salarial dos professores não é pago em Minas Gerais desde 2017, quando o mandato era do então governador Fernando Pimentel (PT). Outro ponto levantado é o falho sistema de renovação de matrícula criado pelo governo de Minas Gerais.

Uma nova assembléia geral do Sind-UTE de Minas Gerais acontece na próxima sexta-feira (14), em Belo Horizonte, quando  todas os coordenadores do sindicato no estado passarão os resultados de suas cidades para os sindicalistas.

0 comentário(s).
Os comentários listados abaixo não representam a opinião deste site e são responsabilidade de seus autores.


Nenhum comentário até o momento.