BEM BRASIL
BEM BRASIL
Postado em: 29/04/2022 - 08:09 Última atualização: 03/05/2022 - 16:09
...

A REDE DE INTRIGAS MUNICIPAL

O anúncio feito no último dia 26 de abril pelo vice-prefeito, Mauro Chaves, do rompimento político com o prefeito de Araxá gerou a primeira crise do governo Robson Magela. Em carta aberta à população, o motivo alegado para justificar a decisão foi a não participação em ações administrativas para as quais não era chamado ou das quais lhe era negado o conhecimento. Além disso, Mauro Chaves mostrou também insatisfação com o descompasso entre o que foi prometido na campanha e o que tem sido realmente executado.

Na entrevista concedida ao programa Imbiara Notícias, na manhã seguinte ao anúncio, Mauro Chaves deixou claro ter sido vítima da armação de intrigas dentro dos gabinetes municipais por pessoas que, percebendo sua discordância com medidas administrativas, criaram um clima desconfortável que permitiu o enfraquecimento de sua posição.

Isso explicado, fica uma indagação:  como vice-prefeito e, portanto, o segundo na hierarquia do poder municipal, não deveria ele ter pedido ao prefeito providências contra os perturbadores da boa ordem na administração? Sejam secretários, ou funcionários dos gabinetes, ou servidores comuns, todos têm posição abaixo do vice, portanto são subordinados a ele. É impossível imaginar que tivessem espaço para impedi-lo de participar, junto com o prefeito, das decisões administrativas municipais.

O vice rompeu com o prefeito, mas não entregou o cargo. O fato, já ocorrido em dois outros mandatos anteriores, cria uma situação estranha para o observador de fora da política e até constrangedora para o personagem principal, o vice-prefeito. Continuando no cargo e despachando na sede da prefeitura como afirmou, ele vai conviver diariamente com os que não querem sua presença por perto e teceram as intrigas e ações que o afastaram do relacionamento político com o prefeito.

Entre os eleitores que receberam com espanto a notícia do rompimento de Mauro com o prefeito existe uma percepção a considerar: Mauro Chaves se afastou, mas não contou tudo o que sabe.  Essa dúvida surgida no desenrolar da crise enfraquece o governo municipal justamente quando, nessa fase pós-pandemia, a administração começa a promover ações que melhoram sua avaliação. Ainda estão em tempo e seriam muito bem-vindas as medidas que o prefeito Robson Magela tomar para desmanchar a rede de intrigas municipal.

Mais colunas de Regina Porfírio

Ver todas