bem brasil
bem brasil
top uai
top uai
Postado em: 09/07/2024 - 10:50 Última atualização: 09/07/2024 - 10:52
Por: Caio César/Natália Fernandes - Portal Imbiara

Projeto alerta crianças e adolescentes de Araxá sobre o perigo do uso de drogas

A iniciativa remete ao antigo ‘Túnel das Drogas’ e reforça a importância da participação de todos estudantes da rede de ensino

O tenente da PM, João Paulo Sousa, com os estudantes na sede do programa Casa do Pequeno Jardineiro. Foto: Natália Fernandes/Portal Imbiara

A Polícia Militar (PM) e parceiros lançaram nesta terça-feira (9), na sede do programa Casa do Pequeno Jardineiro, o projeto denominado “Arte na Prevenção às Drogas”, que é a nova versão do antigo “Túnel das Drogas”. Durante o programa Imbiara Notícias, da Rádio Imbiara 91,5 FM, o tenente da PM, João Paulo Sousa, convidou todas as crianças e adolescentes do 8º ano da rede de ensino para participar do projeto, considerado uma iniciativa de combate ao uso de substâncias ilegais e promoção de um estilo de vida saudável, especialmente entre jovens e comunidades vulneráveis.

De acordo com o tenente, o projeto atinge a faixa etária de 12 a 14 anos e mostra os efeitos causados pelas drogas na vida dos participantes. “Estamos mostrando o caminho correto a ser escolhido. Este projeto teve a adesão de praticamente todas as instituições educacionais de Araxá. Tentamos demonstrar, através de uma peça teatral, que não deixa de ser a realidade, como as coisas têm acontecido no mundo real, além dos efeitos nocivos das drogas nas famílias”, diz o tenente.


O tenente João Paulo Sousa e a diretora Maria Cristina falaram sobre a importância do projeto na vida dos participantes. Fotos: Natália Fernandes/Portal Imbiara

Sousa afirma também que a peça teatral é uma aliada importante no combate ao uso de drogas. “São vários ambientes diferentes que oferecem dinâmicas específicas. Em cada ambiente, há um tipo de reflexão, e ao final, conversamos com a turma para repassar a conclusão final, permitindo que eles possam refletir e tomar as decisões corretas na vida de cada um”.

Quem também comentou sobre a realização do projeto foi a diretora de uma unidade de ensino, Maria Cristina de Oliveira Barreto. “Quando o tenente convidou o Colégio Dom Bosco, eu aceitei de imediato, porque acho importante orientar a meninada para a prevenção ao uso de drogas. Quanto mais conhecimento eles tiverem, mais se resguardam do uso de drogas. Amanhã (10) vem uma outra turma para participar do projeto”, conclui a diretora.