BEM BRASIL
BEM BRASIL
t zeus 30
t zeus 30
Postado em: 13/10/2021 - 17:48 Última atualização: 14/10/2021 - 12:03
Por: Felipe Madeira/Natália Fernandes - Portal Imbiara

Prefeitura de Araxá usa carro comum para transportar paciente em estado grave até Uberaba

Paciente com traumatismo craniano foi transportado sem acompanhamento e por motorista não designado para a função; esposa da vítima relata descaso e desespero

Carro utilizado para o transporte do paciente sem preparo com motorista não designado para a função

Sem ambulâncias para prestar o serviço de atendimento à população araxaense, a Prefeitura de Araxá precisou realizar o transporte de um paciente com urgência em carro da frota comum da administração municipal. O fato aconteceu na última segunda-feira (11). Segundo relato, uma vítima de acidente com disco de makita foi levada a Uberaba, no Triângulo Mineiro, num carro comum da Prefeitura de Araxá.

Ainda de acordo com a denúncia recebida pela reportagem do Portal Imbiara, o motorista do veículo sequer possuía capacitação ou designação para prestar o serviço de transporte de pacientes. De acordo com a vítima, durante o transporte o mesmo não recebeu atendimento, foi sangrando durante toda a estrada e precisou parar no caminho cerca de três vezes para vomitar.

“Me encaminharam pra Uberaba junto com ele. Chegou foi um carro, não foi uma ambulância. Não tinha ninguém preparado e nem ninguém junto com a gente. fomos só eu e ele dentro do carro e ele sangrando muito. Não tinha preparação nenhuma, só o motorista mesmo e não é área de saúde. Então, ele não entendia nada”, relata a acompanhante a respeito do momento de desespero e descaso. 

A transferência foi necessária por falta de oftalmologista na Unidade de Pronto Atendimento de Araxá. Em Uberaba, o paciente ainda ficou dois dias internado. Segundo a esposa da vítima, após tomografia a vítima foi diagnosticada com traumatismo craniano, com os ossos da face quebrados e com o nariz quebrado.   

Procurada, a Assessoria de Comunicação da prefeitura negou transferir passageiros que necessitam de atendimento de forma irregular e afirmou que o transporte é realizado de acordo com o quadro clínico do paciente. "Pacientes em situação de emergência que necessitam de encaminhamento para outro município estão sendo transferidos em veículo adequado à sua condição clínica”, disse a Assessoria de Comunicação.