Postado em: 06/12/2023 - 17:35 Última atualização: 06/12/2023
Por: Bruna Isabella Silva / Portal Imbiara

Prefeitura não acredita mais na instalação da Desaer em Araxá

Prefeito e procurador afirmam que prefeitura fez sua parte, porém empresa não cumpriu os prazos e não comprovou justificativas

Evento de do anúncio da implantação da Desaer Foto: Agência Brasil

A empresa Desaer desenvolvimento aeronáutico é uma montadora de aviões que realizava tratativas com a cidade de Araxá e o Estado de Minas para instalação da empresa na cidade, um terreno foi doado por Minas Gerias para que a prefeitura cedesse a empresa.

De acordo com contrato assinado que firmava o compromisso, a empresa tinha que dar início às obras em no máximo 180 dias após a assinatura que aconteceu no dia 13 de abril de 2022, O prazo máximo é de 24 meses para início das atividades do empreendimento. Ou seja, termina em abril de 2024 e a empresa ainda não iniciou nenhuma instalação no local. Fazendo com que a Prefeitura já desacredite na instalação.

“Hoje o prazo final seria entre março e abril do próximo ano para ela (Desaer) já entrar em funcionamento, só que ela não cumpriu os prazos intermediários, de início de obra ela foi notificada apresentou alguns esclarecimentos, nos particularmente entendemos que os esclarecimentos não são suficientes para provar o porquê ela atrasou nós vamos tentar nos reunir com o Estado porque o terreno veio do Estado”, ressaltou Jonathan Renaud, procurador geral do município, em entrevista à Rádio Imbiara.

No início deste ano de 202, nas justificativas a empresa cita os efeitos da pandemia da Covid-19 da Guerra entre a Rússia e a Ucrânia, além de inflação, taxa de juros e problemas recentes de crédito no Brasil e em bancos americanos serem os maiores impactantes nas negociações que estavam em andamento da empresa.

“Tomar uma opinião sobre uma eventual prorrogação ou não dos prazos que ela tinha, na nossa opinião de fato não cabe uma prorrogação, porque ela não comprovou as justificativas”, acrescentou Jonathan afirmando que acredita que dificilmente a empresa sairá do papel.

No mês de outubro quando o Portal Imbiara procurou pela diretoria da Desaer, foi informado pelo CEO da Empresa, Evandro Fileno, que as tratativas estariam em sigilo com os países que a empresa negocia.

Ainda durante a entrevista com a participação do prefeito de Araxá Robson Magela, ele reforça que a prefeitura fez sua parte. “Uma coisa que a gente tem que deixar bem claro, que o deputado Bosco se empenhou o máximo junto ao governo do Estado nos empenhamos aqui da nossa parte então a parte da Prefeitura foi feita”, concluiu.

Leia mais sobre a Desaer:

Desaer assina contrato do terreno para instalar montadora de aviões em Araxá

Câmara aprova concessão de terreno da Prefeitura para empresa Desaer se instalar em Araxá