BEM BRASIL
BEM BRASIL
UDIKAR
UDIKAR
Postado em: 08/09/2021 - 10:51 Última atualização: 09/09/2021 - 08:27
Por: Felipe Madeira - Portal Imbiara

7 de setembro vira palanque para políticos de Araxá

Durante evento que contou com grande estrutura e adesão de centenas de araxaenses, políticos aproveitaram o palanque para deflagrar suas ideologias

Durante manifestações os participantes escutaram discursos de vereadores, ex-candidatos e simpatizantes pró governo. Foto: Felipe Madeira/Portal Imbiara

A data de 7 de setembro, dia que se comemora a Independência do Brasil, foi palco para evento com forte cunho político em Araxá. A manifestação ocorreu no estádio Fausto Alvim e durou da parte da manhã até o início da tarde desta terça-feira (7). Durante o evento, vereadores, ex-candidatos e simpatizantes pró-governo federal discursaram no palanque para algumas centenas de araxaenses. 

A data, que antes era marcada por levar às ruas as principais instituições da sociedade brasileira, como forças de segurança, escolas, associações, representatividades culturais e do terceiro setor, desta vez teve outro tom. Predominantemente com o verde e amarelo e gritando palavras de ordem, os manifestantes defenderam principalmente pautas anti-democráticas, como a destituição do Supremo Tribunal Federal.

Evento contou com ampla estrutura no pátio de frente ao estádio Fausto Alvim. Foto: Felipe Madeira/Portal Imbiara

A estrutura montada pelos interessados chamou a atenção. Para deflagrar suas ideologias, os organizadores montaram um palco e contrataram um sistema de som. A energia foi emprestada pelo Araxá Esporte Clube. Periodicamente, um dos organizadores solicitava a execução do chamado “hino do STF”, que é uma releitura da música símbolo da cultura gay “Y.M.C.A”, do grupo Village People. Neste mesmo contexto também foram executados o hino nacional e o hino da independência. 

A massa popular presente foi constituída em sua maioria por pessoas na faixa etária entre 40 a 50 anos ou crianças. Perguntados sobre as pautas do evento, poucos participantes se arriscaram a falar. Segundo vídeo divulgado e de acordo com faixas que foram produzidas de forma padronizada, as demandas eram fim do foro privilegiado, a independência dos poderes da República, prisão imediata após condenação em segunda instância e cobranças para que a Suprema Corte respeite a constituição. 

Cavaleiros também estiveram no local e saíram em passeata com a bandeira brasileira. Foto: Felipe Madeira/Portal Imbiara

A manifestação também contou com passeata de caminhões e de cavaleiros. A Polícia Militar e a Guarda Municipal estiveram no local para realizar o balizamento e fechamento de parte de uma das vias da avenida Imbiara. Com o sol forte, algumas aglomerações foram registradas. Principalmente nos locais de sombra. O evento encerrou com a execução da reza “pai nosso” e em seguida os participantes saíram pela cidade em carreata.  

Polícia Militar esteve no evento e realizou o balizamento e fechamento de parte da via da avenida Imbiara. Foto: Felipe Madeira/Portal Imbiara

Manifestações como a ocorrida em Araxá foram registradas em diversas cidades do país. Em São Paulo, o evento alinhado às pautas teve a participação do presidente Bolsonaro, que aproveitou a oportunidade para atacar o STF e a supremacia democrática dos três poderes. O chefe do Executivo ainda fez declarações se dizendo com o povo, mesmo num cenário onde segundo as últimas pesquisas realizadas, seu governo tem sido considerado ruim ou péssimo por cerca de 50% da população brasileira. Outro reflexo causado pelas manifestações foi no repasse e distribuição das vacinas. Por “risco de manifestação”, o Ministério da Saúde optou por suspender a entrega de mais de 2,6 milhões de vacinas contra a Covid-19 ao país.