BEM BRASIL
BEM BRASIL
estacio
estacio
Postado em: 05/08/2022 - 18:30 Última atualização: 08/08/2022 - 17:15
Por: Bruna Isabella Silva – Portal Imbiara

Orquestra Filarmônica de Minas Gerais se apresenta em Araxá neste sábado (6)

Apresentação é gratuita e acontece no palco externo do Teatro Municipal às 20h

Orquestra Filarmônica de Minas Gerais em Concerto Didático em Araxá Foto: Bruna Isabella / Portal Imbiara

A Filarmônica de Minas Gerais, uma das iniciativas culturais mais bem-sucedidas do país, está em turnê pelo estado e chega a Araxá para apresentações. Neste sábado dia (6), se apresenta no palco externo do Teatro Municipal Maximiliano Rocha, o concerto gratuito é aberto a todo o público e será às 20h.

O maestro José Soares, primeiro brasileiro a vencer o 19º Concurso Internacional de Regência de Tóquio, falou ao Portal Imbiara sobre a importância da orquestra para a cultura.

“As turnês fazem parte da missão da orquestra desde que ela começou e é uma atividade corrente da filarmônica. É muito especial poder voltar a fazer essas atividades que devido a pandemia não foram possíveis durante dois anos”, ressaltou o maestro.

A Orquestra apresenta um repertório totalmente brasileiro, destacando a variedade de estilos e as influências das nossas raízes na música orquestral feita no país, com obras de Alberto Nepomuceno, Eleazar de Carvalho, Francisco Mignone, Gilberto Mendes, Guerra-Peixe, Lorenzo Fernandez e Carlos Gomes.  

“A principal importância da orquestra para a cultura do país é esse que estamos fazendo aqui, um corpo artístico de músicos de grande carreira, trazer para Araxá, para esse Estado super rico de Minas Gerais um pouco da música de orquestra e tornar isso parte da nossa missão”, disse José Soares. 

A Orquestra Filarmônica de Minas Gerais foi fundada em 2008 e tornou-se referência no Brasil e no mundo por sua excelência artística e vigorosa programação. Conduzida pelo seu diretor Artístico e regente titular, Fabio Mechetti, a Orquestra é composta por 90 músicos de todas as partes do Brasil, Europa, Ásia e das Américas. O grupo recebeu numerosos menções e prêmios, entre eles o Grande Prêmio da Revista CONCERTO em 2020 e 2015, o Prêmio Carlos Gomes de Melhor Orquestra Brasileira em 2012 e o Prêmio da Associação Paulista dos Críticos de Artes (APCA) em 2010, como o Melhor Grupo de Música Clássica do Ano.